Relevo Europeu

  O relevo europeu é constituído basicamente por duas unidades de relevo,que são as Planícies e os Maciços Antigos, ocupando especialmente o centro e o norte do continente. Existem também os dobramentos modernos que são compostos por áreas montanhosas, provenientes do pouco tempo de processo erosivo, portanto sofreu pouco desgaste, essa característica é comum desde o sul até a Península Ibérica.
Dentre os dobramentos modernos e do relevo mais elevado os principais são: os Pireneus, ocupa uma área de 450 quilômetros entre os limites territoriais da França com a Espanha, em alguns pontos as altitude podem atingir 3.000 metros. Os Alpes, ocorre uma extensão de 1.100 quilômetros e atravessa o território da França, Itália, Alemanha, Suiça e Áustria; e o ponto mais elevado é o Monte Branco com 4.807 metros. Os Apeninos encontram-se na Itália e percorrem o território de norte a sul, em pelo menos 1.500 quilômetros, essa região abriga vulcões sendo que alguns são ativos. Cárpatos ocorre nas áreas da Eslováquia, Polônia, Ucrânia e Romênia e o Cáucaso está situado entre o Mar Negro e o Mar Cáspio nos territórios da Russia Geórgia, Armênia e Azerbeijão.
Maciços Antigos: São montanhas muito antigas e desgastadas pela erosão, situadas no norte e leste do continente; no noroeste formam os Alpes Escandinavos, aparecem nas ilhas britânicas formando os Montes Apeninos, na Península Ibérica surgem com Montes Cantábricos, meseta espanhola e outros; na Península Balcânica, chamam-se Montes Pindos, e na fronteira natural entre a Europa e Ásia levam nome de Montes Urais.

Formação dos Dobramentos Modernos