Clima Europeu

A Europa abrange sete tipos de climas:

  • Temperado oceânico: em que as chuvas são abundantes e bem distribuídas ao longo de todo o ano.

  • Temperado continental: há precipitações, mas menos freqüentes do que no clima oceânico, concentrando-se principalmente no Verão. Os Verões são curtos e quentes e os Invernos mais longos e muito frios.

  • Mediterrâneo: divide-se entre o Inverno e as estações intermediárias. As temperaturas são suaves no Inverno e quentes no Verão.

  • Subpolar

  • Frio continental

  • Semi-árido

  • Frio de altitude

A Europa não possui desertos, ainda.

O clima europeu resulta da combinação de fatores como: a situação geográfica, influências marítimas, a disposição do relevo e a corrente do Golfo.

A Europa apresenta na maior parte de suas regiões clima temperado, com estações bem definidas, sem excessos de temperatura, pluviosidade ou queda de neve. Somente no extremo norte e em altitudes elevadas (cordilheiras) são encontradas temperaturas não muito propícias à atividade humana.

As condições climáticas extremamente favoráveis da Europa de maneira geral, resultam da combinação de quatro fatores:

  • a maior parte das terras europeias encontra-se em latitudes médias, entre 35 e 70 graus de latitude norte;

  • o continente é rodeado por muitos mares e os recortes de litoral não favorecem mudanças bruscas de temperaturas;

  • o continente recebe, o ano inteiro, ventos do oeste, que levam a umidade do Atlântico até o interior.

  • a Corrente do Golfo leva águas aquecidas até o litoral das Ilhas Britânicas e da Península Escandinava, contribuindo para o equilíbrio térmico das latitudes mais altas, sobretudo ao longo da costa ocidental.

A combinação desses fatores favorece o domínio, na Europa Ocidental, do clima temperado oceânico, úmido e sem grandes variações de temperatura. Aparecem ainda, na Europa Oriental e em parte da Península Escandinava e da Rússia, o clima temperado continental (mais seco, com Verões quentes e chuvosos e Invernos extremamente frios) e o clima polar (com Invernos rigorosos e Verões curtos, que caracteriza uma parte da Península Escandinava e da Rússia europeia).

Esses tipos climáticos apresentam variações em função de fatores locais: no sul do continente, a influência das águas aquecidas do Atlântico e do Mediterrâneo permite a existência do clima mediterrâneo, que apresenta Verões secos e Invernos úmidos e não muito frios; nos Alpes, a altitude do relevo é responsável pela configuração do clima de altas montanhas, conhecido como alpino, que apresenta Invernos extremamente rigorosos. Este tipo climático aparece também nos Alpes Escandinavos, nos Cárpatos e nos Pireneus.